Ah, essa revista!

Também gostamos de brincar, mas...

 

      Ouço muitas vezes o programa Prova Oral, de Fernando Alvim, apenas no dia seguinte de madrugada, quando repete. Assim foi hoje. Os convidados eram Inês Coelho Rodrigues, da comissão organizadora da iMed Conference, que se realizará entre os dias 13 e 16 de Outubro, e José Oliveira, psiquiatra, doutorado na área da Imunopsiquiatria. A certa altura, Alvim afirmou que ainda é do tempo em que se ia aos hospitais e o que se podia ler era apenas a revista espanhola Ihola. Ou será Iola? Não me pareceu que estivesse a brincar, até porque repetiu o nome algumas vezes, e não se pode estar sempre a brincar, desinformando ou, pelo menos, induzindo em erro. Porque já vi coisas ainda mais surpreendentes, deve dizer-se, não comece a espalhar-se mais uma parvoíce, que a revista se chama Hola, mas com pontos de exclamação duplos, invertido o primeiro, como já se usou em português: ¡Hola! Como também o jornal do PCP se chamaria, se fosse espanhol, ¡Avante!, não é assim?

 

[Texto 7123]

Helder Guégués às 08:41 | comentar | favorito
Etiquetas: ,