Angolismos e termos angolanos

Culpa dos pulas

 

 

    Não faltam termos angolanos e angolismos no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Angolismos na nossa língua não são muitos, assim de repente só me lembro de caçula, cota, fuba, funje, jindungo, musseque e soba. Todos registados naquele dicionário. Quanto a termos angolanos acolhidos naquele dicionário, a primeira dúvida é logo: porquê só estes? Regista alembamento, anhara, babular, bassula, bolacha, bombó, bonhar, bumbar, cachico, cacitane, cacusso, cafrique, calema, calulu, caluanda, calundu, calunga, calungangombe, camba, canuco, cassacambe, catolotolo, cazumbi, caxexe, caxi, caxicagem, caxico, caxinde, caxipembe, chimboto, cubicar, cubico, cumbu, jinguba, loacos, lombongo, luando, mabululos, maca, macota, maculo, mambo, massambala, martrindinde, matona, ngololo, pacaça, pula, quilápi, quimbala, quimbanda, quimbári, quimbo, quimbombeiro, quimbombo, quinguila, quissângua, quizaca, revienga, salalé, zâmbi, zunga... Mas não regista bichocho, bilô, caleluia, candongueiro, cassunguminha, lombonde, ngovola, papóite, quimbandeiro, uminada... Enfim, é preciso continuar a trabalhar.

 

[Texto 4987]

Helder Guégués às 06:26 | favorito
Etiquetas: