Antes «colãs», pois claro

Castigo

 

      Já aqui vimos o aportuguesamento colãs, tal como também vimos o sinónimo, e este legitimamente português, meias-calças, tanto em traduções como em obras de autores portugueses. Cada vez são mais comuns estas opções. Os mais cépticos são, por vezes, castigados mansamente: «No caso de escolherem outros vestidos ou saias mais curtas, mas que tapavam sempre os joelhos, as mulheres usavam collans, opacos ou quase, e, por cima, meias de algodão ou lã a cobrir os pés e os tornozelos» (Dentro do Segredo: Uma Viagem na Coreia do Norte, José Luís Peixoto. Lisboa: Quetzal, reimpressão de Janeiro de 2017, p. 88). (Ah, muito bem, «reimpressão de Janeiro de 2017», e não, como se vê quase sempre, «15.ª edição», «22.ª edição», lamentáveis imprecisões, quando não descaradas mentiras.)

 

[Texto 9426]

Helder Guégués às 10:58 | comentar | favorito