Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

AO90: ponto da situação

Desnorte completo

 

   Jornalista conhecido (e mais não posso dizer), e não dos mais descuidados, sobre a economia brasileira: «este ano, a inflacção poderá atingir os 10,61 por cento». Cá está o desnorte completo que o Acordo Ortográfico de 1990 trouxe. «Inflação», que nunca, seguindo o étimo, se escreveu de outra forma, é agora escrito assim. Não é a primeira vez que vejo este erro. Como têm de escrever tanto para publicações que seguem a nova ortografia como para publicações que a não seguem, esquizofrenicamente, o cérebro ora elimina ora acrescenta cc e pp a esmo. Ainda havemos de ver *coracção, aflicção, licção, e por aí fora. E o contrário, que já se vê: *fição, frição, seção, convição, entre outras brutezas.

 

[Texto 6485]

3 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Sc 17.12.2015 19:14

    Tenho visto contracto em minutas redigidas por pessoas com formação  anglo-saxónica. É por isso natural que não encontem motivo para que escrevam contrato - por assim acharem três ou quatro caramelos) quando vêem escrito "contract" em países sem analfabetismo e de grande dinamismo económico e cultural.
    Não me parece um erro,  uma atitude reconstitutiva.
    Pessoalmente, não sendo maçon nem tendo interesses no Brasil, vou passar, de caso pensado, a escrever contracto.
  • Sem imagem de perfil

    Montexto 18.12.2015 00:33

    E eu vou passar a escrever «portuguese language», e por aí fora, porque tb é assim que se escreve em países alfabetizados de todo e de enorme dinamismo económico e cultural. 
    Já basta de atraso. Acho que agora é que se fez luz.       
  • Comentar:

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.