Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Apófis, deus e asteróide

Metade já está certo

 

      «O asteróide 99942 Apophis foi descoberto pelos astrónomos do Observatório Nacional de Kitt Peak (EUA) em Junho de 2004. Apófis é o nome de um deus da mitologia egípcia, uma criatura diabólica em forma de serpente que tenta engolir o Sol e é também conhecido por profetizar o caos e a destruição» («Encontro marcado: asteróide vai passar próximo da Terra daqui a dez anos», Claudia Carvalho Silva, Público, 3.05.2019, p. 52).

      Isto melhorou, mas só metade. Que sentido é que faz, Claudia Carvalho Silva, grafar assim o nome do asteróide? Acaso escreve em inglês os nomes dos planetas? Mercury, Venus, Earth, Mars, Jupiter, Saturn, Uranus e Neptune. Aprenda com os seus colegas espanhóis: «Catalogado con el número 99942, Apofis fue descubierto en 2004 por un equipo del Observatorio Nacional de Kitt Peak (Arizona, EE.UU.). Los primeros cálculos sobre su trayectoria señalaron entonces hasta un 2,7% de probabilidades de que hiciera impacto contra nosotros en abril de 2029» («El asteroide Apofis llega en 2029, ¿qué vamos a hacer?», ABC, 3.05.2019, 9h56).

 

[Texto 11 300]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.