Arcanhos e arcanjos, romarias e romanas

Só não sabemos quando

 

      É fatal: por nem sequer estar nos dicionários, o arcanho de Miguel Torga vai ser, mais tarde ou mais cedo, confundido com outra coisa qualquer. Talvez com «arcanjo». Aliás, outra palavra mais simples deste mesmo passo já anda estropiada nos manuais escolares: «Ia escavacar o arcanho. Olarila! Na altura da romana que arranjassem um novo», lê-se no manual de Língua Portuguesa Novo Plural 8, de Elisa Costa Pinto e Vera Saraiva Baptista, publicado pela Raiz Editora (2014, p. 137). 

      O alerta chegou ontem em forma de sugestão: «Na Infopédia, nem “arcanho”, nem “romana” nesta acepção.» Quanto a esta última, ainda bem, não é? As facilidades da informática (imagino que digitalizaram o texto original) somadas ao pouco cuidado dão nisto. Estará assim na última edição?

 

[Texto 10 562]

Helder Guégués às 18:07 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,