As massas no dicionário

No Dia Mundial da Massa

 

      «Faltam 67 dias para acabar o ano e nunca me tinha apercebido de que este dia é o Dia Mundial da Massa. Esta quinta-feira é o dia do esparguete e do rigatoni, do talharim e do fusilli, do macarrão e do fettucine. Há pelo menos 13 formatos diferentes de massa. Se para si o formato é indiferente e o que importa mesmo é o sabor, acredite que há diferenças» («Cada português consome sete quilos de massa por ano», André Rodrigues, Rádio Renascença, 25.10.2018, 8h40).

      Em rigor, só não temos o termo rigatoni, porque fusilli são as nossas espirais. Ah, sim, e fettuccine — que o jornalista não escreveu correctamente. No Dicionário de Italiano-Português da Porto Editora, a definição de rigatoni (é um plural, mas a palavra usa-se quase sempre apenas no plural) é daquelas que sempre me intrigaram: «espécie de massa». O que significa isto exactamente? Que é qualquer coisa semelhante à massa, ou que é uma variedade de massa? Sim, sabemos a resposta neste caso, não noutros. Mais rigor a redigir as definições, se faz favor. Mais estranho: porque é que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora apenas regista fettuccine, relegando as outras para os dicionários bilingues?

 

[Texto 10 187]

Helder Guégués às 09:18 | favorito