«Assustar os mercados»

Os mercados antropomorfizados

 

      «Ega gritou sofregamente pela receita. Simplesmente isto: manter uma agitação revolucionária constante; nas vésperas de se lançarem os empréstimos haver duzentos maganões decididos que caíssem à pancada na municipal e quebrassem os candeeiros com vivas à República; telegrafar isto em letras bem gordas para os jornais de Paris, Londres e do Rio de Janeiro; assustar os mercados, assustar o brasileiro, e a bancarrota estalava. Somente, como ele disse, isto não convinha a ninguém» (Os Maias, VI).

      Como se pode ver, já no século XIX os mercados, que hoje dominam a nossa vida, estavam antropomorfizados. E já nessa altura os políticos empurravam com a barriga (como agora se diz, de forma horrível, deselegante, imprecisa, num linguajar popular, sobretudo a propósito da Grécia) os problemas.

 

[Texto 6101]

Helder Guégués às 14:50 | favorito
Etiquetas: ,