«Cabra-montês/cabras-monteses»

Não façam isso

 

      «O PAN, partido com assento parlamentar, também tece os seus comentários na sua página oficial de Facebook, alertando que devem ser tomadas medidas para que a cabra-montês não se torne espécie cinegética. No entanto, nenhum dos comentários (e comentadores) se refere ao facto de que hoje temos as cabras-monteses de regresso ao Gerês» («As cabras do Gerês», Caça & Cães de Caça, Novembro de 2016, p. 5).

      Agora não, mas há uns anos estava sempre a ver, sobretudo em traduções, a forma «cabra-montesa». Parvalhices de mentes perversas que querem endireitar a sombra de uma vara torta. Não procurem lógica na língua; é assim porque sempre foi assim, resquício da invariabilidade de alguns vocábulos. Mudar agora para quê, para a cabra-montês não se ofender?

 

[Texto 7185]

Helder Guégués às 23:06 | favorito
Etiquetas: ,