Cadê o português, gente?

Neste caso, no Brasil

 

      «“Hoje não temos mais o gargalo dos insumos; nosso gargalo é a logística da coleta e o processamento”, diz ele. “Também sabemos que há dificuldade hoje de achar no mercado swab [cotonete nasal] para testagem massiva”, afirma» («Capacidade de coleta e de análise de testes é entrave, diz Fiocruz», Natália Cancian, Folha de S. Paulo, 21.04.2020, p. B2). E depois temos destas falhas ridículas, sim, porque é uma falha. É preciso recorrerem a uma palavra inglesa, ó seus infelizes?

 

[Texto 13 235]

Helder Guégués às 08:30 | favorito
Etiquetas: ,