«Cancionetista»?

Vê-se de tudo

 

      «“A permissão dada pela Câmara Municipal de Lisboa à Time Out para ocupar, ‘esplanadar’ no dialecto do promotor, o jardim da Praça D. Luís I, com o enterramento de estacas na placa ajardinada, montagem de cercas e diversas bugigangas, representa, a nosso ver, o regresso a episódios de triste memória de há uma década, quando assistimos incrédulos à cedência a privados de praças e jardins de Lisboa para eventos os mais variados, desde lançamentos de marcas de automóvel a supermercados e a espectáculos de ‘cancionetistas’”, nota o Fórum Cidadania Lx» («Ocupação de jardim em Lisboa com esplanada gera protesto», Cristiana Faria Moreira, Público, 26.08.2020, p. 17).

      Inteiramente aceptable, pero en castellano, não em português. É bem verdade que não é a primeira vez que o vejo num texto em português, mas o que é que não se vê?

 

[Texto 13 879]

Helder Guégués às 09:00 | comentar | favorito
Etiquetas: ,