Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Cláxon/cláxones»

Coisas antigas, ou não

 

 

      Aqui, estava o Assim Mesmo nos últimos estertores (mas tem agora, relembro-o jubilosamente em especial aos meus queridos inimigos, mais de um milhão de visualizações), disse que tinha ouvido falar de uma senhora idosa (viúva de um general, recordo-me agora) que diz «cláxon» e não «buzina», e talvez até escreva klaxon. Agora, vejo num livro, e não é obra de ficção, «cláxon», duas vezes, e — segurem-se bem — «cláxons». Muito mais fácil do que o plural de «fénix», mas ainda assim... No futuro, a língua portuguesa não vai ter plurais — nem falantes, pelo menos em Portugal.

 

[Texto 4320]

1 comentário

Comentar post