«Climatérico/climactérico/climático»

O que vale uma remissão

 

   «O que [Benoît] Miribel defende é que é preciso olhar para o mundo e perceber onde se produz o quê, que regiões foram, num determinado ano, mais afectadas por problemas climatéricos, que produtos são excedentários e que produtos são deficitários» («Alimentação. Este é um jogo sem regras», Alexandra Prado Coelho, Público, 21.05.2012, p. 23).

   Climatérico é relativo ao clima; o mesmo, pois, que «climático»; climactérico é relativo ao climactério. Não falta, porém, quem confunda tudo, como bem sabemos. Os que não confundem, ainda assim, afirmam que «climático» é preferível, porque vem directamente do grego, ao passo que «climatérico» vem do francês, o que é verdade, e — preparem-se —, porque existe o adjectivo «climactérico». Grande argumento... Apesar de tudo, não me parece bem que no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora se remeta de «climático» para «climatérico».

 

[Texto 5145]

Helder Guégués às 11:12 | favorito