Como escrevem alguns jornalistas

Para se perceber só em parte

 

      «Nos entretantos, o director da FDUL, Pedro Romano Martinez, foi apresentando péssimas explicações para justificar a permanência e ascensão de Farinho na faculdade, cheias daquelas technicalities a que as pessoas do Direito recorrem quando assobiam para o ar» («Domingos Farinho no país da inimputabilidade», João Miguel Tavares, Público, 2.05.2019, p. 48).

      Por qualquer motivo que nem sequer interessa conhecer, João Miguel Tavares acha que nenhuma palavra portuguesa poderá substituir o inglês technicality. Para um jornalista, não é mau — é péssimo. Quem é que não se lembra de pelo menos meia dúzia de formas de dizer o mesmo em português?

 

[Texto 11 292]

Helder Guégués às 09:11 | favorito
Etiquetas: ,