Como se escreve nos jornais

Sem cisma, dois papas

 

 

    Monsenhor Józef Wesołowski, ex-representante papal na República Dominicana, foi condenado pelo Tribunal do Vaticano por abuso sexual de menores e expulso da Igreja. Boa! (como diria José Candeias, cujo reportório de interjeições fica por aqui). «Esta é a primeira vez», lê-se na edição de hoje do Correio da Manhã, «que um padre de tal grau é investigado por pedofilia, passando à prática as palavras do papa Francisco que pedira celeridade na investigação e punição de tais crimes» («Vaticano expulsa ex-enviado papal por abuso de crianças», Isabel Faria, p. 2). «Padre de tal grau»... Enfim, «monsenhor» é um título honorífico eclesiástico. E, de caminho, ficamos a saber que há um Papa Francisco que pediu celeridade na investigação e outro Papa Francisco que não a pediu.

 

[Texto 4774]

Helder Guégués às 20:07 | comentar | favorito
Etiquetas: ,