Como se escreve nos jornais

Se é estrangeiro, é bom

 

 

      «Vinte gendarmes e polícias franceses iam partir ontem à noite para o local da queda do voo da Air Algérie – perto de Gossi, a cem quilómetros de Gao, a maior cidade do norte do Mali –, onde ficarão à frente da investigação e da identificação das vítimas, avançou a AFP. Uma das caixas negras do MD-83 já foi recuperada pelos militares franceses que já estavam estacionados no país» («Famílias destruídas pela queda do voo AH5017», Ana Meireles, Diário de Notícias, 26.07.2014, p. 19).

    Gostam muito disto, os jornalistas: os gendarmes, os marines, a Guardia Civil. Se levassem um choque eléctrico na ponta dos dedos de cada vez que escrevem assim, já lhes tinha passado.

 

[Texto 4872]

Helder Guégués às 08:27 | favorito
Etiquetas: ,