Como se escreve por aí

Que no domingo vão andar à mocada

 

      A Motor 24 vem hoje falar das consequências de deixarmos o carro fora da garagem. Ah, são tantas. Por exemplo: «Riscos e moças: se calhar é dos perigos mais habituais.» Não quero alarvejar, mas, francamente, tomara-me a mim uma moça a valer no carro. Eu sei, eu sei: depende. As leitoras do Linguagista — mas haverá excepções, e não estamos aqui para julgar ninguém — hão-de preferir um valente moço. Já as catalãs decerto preferirão um belo mosso d’esquadra. Cada terra com seu uso, cada roca com seu fuso.

 

[Texto 8174]

Helder Guégués às 20:40 | favorito
Etiquetas: ,