«Concurso vazio»

Desertos e vazios

 

    «A existência de “problemas com as assinaturas digitais” nas propostas submetidas a 15 de Novembro pela EDP, Prio e Mobilectric, levou a Mobi.e a propor a exclusão de todas elas, para declarar o concurso vazio, explicou Alexandre Videira [presidente da Mobi.e]» («Mobi.e obrigada a repetir concurso para carregadores de veículos eléctricos», Ana Brito, Público, 30.11.2016, p. 19).

   Aqui vimos a expressão concurso deserto, conceito diferente. Isto trouxe-me à mente outra expressão, fruto (quando não furto) da mente esforçada dos nossos burocratas, que é «procedimento concursal».

 

[Texto 7292]

Helder Guégués às 09:43 | comentar | favorito