Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Confusão: «reveses/revezes»

Apesar de simples

 

      «Até se chegar a esta unidade de execução, o planeamento urbanístico destes terrenos já sofreu vários revezes. O próprio arquitecto Gonçalo Byrne concluiu, em 1992, um plano de pormenor para a envolvente do Palácio da Ajuda, que previa a conclusão do palácio, a construção de novos acessos, jardins e habitações, mas que nunca entrou em vigor» («Já há planos para terrenos abandonados junto ao Palácio da Ajuda», Cristiana Faria Moreira, Público, 18.04.2021, p. 17).

      Cristiana Faria Moreira, é melhor ver bem isto, que se me afigura demasiado simples para tanta gente cair no erro: o plural de revés é reveses, não revezes. Mais cuidado e mais brio nunca fazem mal.

 

[Texto 14 969]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.