«Convalescença/convalescência»

Cada vez menos palavras

 

      Num desses livros perfeitamente dispensáveis que agora pululam por aí, em que se atribui, antipedagogicamente, tanto realce ao erro como à correcção, lê-se, na coluna do certo, «convalescença»; na coluna do errado, «convalescência». Lamentável é os dicionários acompanharem — e, ao mesmo tempo, originarem — este empobrecimento.

    «Ainda eu me encontrava em convalescência quando se deu um incidente que não esqueci» (A Noite e o Riso, Nuno Bragança. Lisboa: Moraes Editores, 1971, p. 24).

 

[Texto 6435]

Helder Guégués às 17:48 | comentar | favorito