«Cortina de fumo»

Em sentido figurado

 

      «Uma cortina de fumo é uma conhecida táctica militar empregue [sic] para enganar o inimigo e ocultar uma posição antes do ataque ou esconder o verdadeiro objectivo de uma campanha: uma manobra de diversão que Donald Trump e a sua equipa da Casa Branca são peritos em utilizar para (em jargão político) mudar uma narrativa que não lhe interessa» («Donald Trump apanhado na sua própria cortina de fumo», Rita Siza, Público, 7.03.2017, p. 18).

    Isso mesmo, mas o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora mistura o sentido próprio e o sentido figurado, o que deve ser corrigido: «MILITAR cobertura de fumo para ocultar uma posição militar, coisa feita para desviar a atenção do verdadeiro objectivo».

 

[Texto 7537]

Helder Guégués às 09:26 | comentar | favorito