«Costa a costa»

Vá, desifeniza

 

      «Comemorações do 10 de junho nos Estados Unidos juntam primeiro-ministro e presidente da República. Marcelo regressa no dia 11. Chefe de governo fica uma semana, num costa-a-costa com ida e volta» («10 de junho nos EUA. Costa-a-costa de Costa e Marcelo dá afetos em Boston», Hugo Neutel, TSF, 8.06.2018, 6h00).

      Com hífenes? Nem pensar, é uma locução: costa a costa. Não a encontro em nenhum verbete do Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, mas no dicionário de Morais, por exemplo, está no verbete costa: «Correr a costa; ir ao longo, perto della: e assim navegar costa a costa; sem se empegar, nem emmarar.» Ah, e vejo que o dicionário da Porto Editora também deu sumiço ao verbo emarar-se, infelizmente.

 

[Texto 9374]

Helder Guégués às 11:55 | comentar | favorito | partilhar