Costa Amalfitana

Por analogia será

 

 

    «Nos dias anteriores tínhamos visitado Pompeia, percorrido a costa amalfitana, descansado em Sorrento. Trazíamos ainda nos olhos o esplendor de tudo isso; e, mesmo assim, vista  do mar, com a mole ondulante dos Apeninos ao fundo, Nápoles surgia, diante de nós, como um espectáculo incomparável de graça, de grandeza e de equilíbrio» (Discurso Directo: Crónicas, David Mourão-Ferreira. Lisboa: Guimarães Editores, 1969, p. 90). Mas, por analogia com Costa Vicentina (como li recentemente numa obra de Leite de Vasconcelos), ou Costa do Sol ou Costa da Prata, por exemplo, chegamos a Costa Amalfitana.

 

[Texto 4478]

Helder Guégués às 21:52 | comentar | favorito
Etiquetas: