Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Culpabilizar»

Esqueça isso

 

 

   «Seria injusto culpabilizar a greve, este direito inalienável dos trabalhadores. Mas não fosse a paralisação nos transportes e o 36 não estaria tão cheio. E quando digo cheio, estou a ser modesto. O autocarro estava à cunha e os passageiros, ensardinhados, lutavam pelo seu espaço como cães a um osso» («“Estás a brincar ou o quê?”», Ricardo Garcia, Público, 5.02.2012, p. 37).

    Caro Ricardo Garcia, não precisava de usar o verbo «culpabilizar», se tem «culpar». Para os que conseguem discernir matizes, aposto até que diriam que, neste contexto, não usariam o neologismo.

 

[Texto 1062]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.