Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linguagista

Da investida à praxe

Assim se chamava

 

 

      «Os castigos sobre os mais novos, como os “canelões” (os mais velhos davam pontapés nas canelas dos recém-chegados a Coimbra), eram praticados já no século XVII. Não se fala, então, de “praxe”, antes de “investida”. E esta podia incluir “insultos”, “troças”, ou castigos, como obrigar o jovem aluno a prestar serviços aos mais velhos (limpando-lhes os sapatos, por exemplo). [...] Por meados do século XIX, o termo “praxe” substitui “investidas”, “caçoadas” e “troças”» («Praxe, polémica e violência, uma história com séculos», Andreia Sanches, Público, 26.01.2014, p. 16).

 

  [Texto 3922]