«De modo que»

Coisas velhas

 

      Quem é que não sabe que não se deve dizer de modo a nem de modo a que, quem? São erros que maculam ou afeiam a linguagem, e sem necessidade. Uma nota apenas para os confusionistas: as locuções conjuncionais terminam com «que»: ainda que, apesar de que, de maneira que, de modo que, de sorte que, a menos que, mesmo que, nem que, se bem que, etc. Logo por aqui, estava rejeitada a primeira forma espúria; quanto à segunda, é querer gastar logo tudo. Não: basta «de modo que». Queiram fazer o favor de corrigir o tal verbete.

 

[Texto 11 241]

Helder Guégués às 15:08 | comentar | favorito
Etiquetas: ,