De novo «deixar cair»

Nem que estivesse no livro de estilo

 

     «A moção defende ainda que o partido deve voltar à sigla CDS (Centro Democrático Social), deixando cair o PP (Partido Popular), que foi acrescentado nos anos 1990. Os subscritores assumem posições conservadoras no domínio do casamento e adopção homossexual, bem como do aborto e da eutanásia» («Moção do CDS-PP quer limitar poder do líder na escolha de candidatos», Sofia Rodrigues, Público, 26.02.2016, p. 8).

    Se lessem um pouco que fosse, saberiam bem que isto não é português, mas simples macaqueação de uma língua qualquer, que nem se sabe qual é.

 

[Texto 6646]

 

 

 

    Nota: para os mais desmemoriados ou cépticos («Qual macaqueação?», perguntam, ignorantes da língua), ver aqui.

Helder Guégués às 08:43 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,