Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Definição: «padinha»

Irreconhecíveis

 

      «Há pão alentejano, queijadas, e padinhas e outras tradições que nunca morrem como a fila de sexta-feira à noite na Padaria Ideal de Monsaraz. A afluência começou com quem ia sair à noite e depois passava na padaria para a ceia, mas a tradição passou para quem também ficava em casa» («Da maquilhagem aos teares. A incrível vida de António Carreteiro», Sara de Melo Rocha, TSF, 2.03.2021, 10h08). 

      Diz a Porto Editora que padinha é o regionalismo para designar o «bolo doce feito com açúcar e banha de porco; regueifa». Hum... Não sei se é minimamente elucidativo. E será boa ideia misturar aqui um conceito diferente, o de regueifa? Não me parece. Do que me lembro, mas não de quando passei quinze dias em Monsaraz, é que a padinha é uma espécie de bolo finto, que fica muito mal retratado naquela definição.

 

[Texto 14 784]