Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Definição: «vírus»

E o tamanho?

 

      «Martinus Beijerinck, um químico holandês, foi o padrinho destes seres. Chamou-lhes vírus, que em latim significa veneno, para os distinguir das criaturas microscópicas de natureza bacteriana. Os vírus são seres submicroscópicos, com um diâmetro que varia, normalmente, entre 20 e 300 nanómetros (nm), uma unidade de medida que equivale a um bilionésimo de um metro» («​​Vírus, os donos do mundo», Dina Soares, Rádio Renascença, 7.04.2020, 14h13).

      É informação que falta nos nossos dicionários. A fiável Enciclopédia Britânica diz-nos como é: «Most viruses vary in diameter from 20 nanometres (nm; 0.0000008 inch) to 250–400 nm; the largest, however, measure about 500 nm in diameter and are about 700–1,000 nm in length. Only the largest and most complex viruses can be seen under the light microscope at the highest resolution. Any determination of the size of a virus also must take into account its shape, since different classes of viruses have distinctive shapes.»

      Sim, o tamanho conta mesmo: isso de se dizer, ah, são agentes submicroscópicos não chega. Submicroscópicos, pois, mas de que tamanho?

 

[Texto 13 299]

1 comentário

Comentar post