Deixemos agora as traduções

Abrem-se os olhos de espanto

 

 

      Na semana passada, tive de ir à Amadora. Agora já não é exactamente quando passamos para lá das Portas de Benfica que parece que entramos noutro mundo: é uns metros mais à frente. Ali pela Rua Elias Garcia, vi um sítio fino, finíssimo, finérrimo, e na montra, isto: «lipoaspiração não evasiva». Abrem-se os olhos de espanto, como na canção de Paulo de Carvalho.

 

[Texto 4602]

Helder Guégués às 14:57 | comentar | favorito
Etiquetas: