«Desavergonhado/desenvergonhado»

Na verdade, consagradíssimo

 

     Sandra Duarte Tavares, nos Pontapés na Gramática do dia 6 do corrente: «Não sei se será novidade e surpresa para os nossos prezados ouvintes, mas, na verdade, o adjectivo correcto é desavergonhado. […] [Desenvergonhado] Não está consagrado nos dicionários.»

   Que dicionários? Não o disse. Ora, o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, o Grande Dicionário da Língua Portuguesa coordenado por José Pedro Machado, o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, o Prontuário Ortográfico e Guia da Língua Portuguesa, de Magnus Bergström e Neves Reis, o Vocabulário da Língua Portuguesa, de Rebelo Gonçalves, a Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, o Novo Dicionário da Língua Portuguesa, de Cândido de Figueiredo, o Novo Dicionário Crítico e Etimológico da Língua Portuguesa, de Constâncio, entre outros, consagram-no, além de inúmeros escritores. Não percebo esta incompetência continuada, sinceramente.

 

[Texto 5756] 

Helder Guégués às 13:41 | comentar | favorito
Etiquetas: ,