Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Enérgico/energético»

Tem energia, sim

 

 

    «Mas é já enquanto estudante universitário, em Bogotá, que descobre um autor que o influenciará decisivamente: Franz Kafka. Uma afinidade inesperada, já que nada parece aproximar o angustiado judeu checo do energético e bem humorado [sic] colombiano» («O contador de histórias que inventou o realismo mágico», Luís Miguel Queirós, Público, 18.04.2014, p. 2).

   Nunca uso «energético» quando quero dizer que alguém tem energia, é activo, dinâmico — uso «enérgico». Mas, claro, García Márquez era «a jaunty, energetic man».

 

[Texto 4420]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.