Envergar...

Embirração — e erro, neste caso

 

      Porque isto não são só maravilhas, revelo agora uma das minhas embirrações — que encontro abundantemente em traduções do francês: «Há imagens e vídeos filmados este domingo que mostram a violência das forças de segurança bielorussas [sic], polícia à paisana, envergando bastões, que aproveitaram o dispersar da multidão para prender alguns manifestantes isolados, atirando-os para carrinhas, pelo menos uma pessoa foi transportada numa ambulância» («“Não perdoamos! Não esquecemos!”», Cristina Peres, Expresso Curto, 7.09.2020).

      Isso mesmo, leitor arguto: aqui não se trata de uma tradução e, para agravar tudo, está errado. Erradíssimo, Cristina Peres. Para seu próprio bem, perca dois minutos (mais perdi eu, e o erro é seu) e comprove em qualquer dicionário que está errado.

 

[Texto 14 058]

Helder Guégués às 09:30 | favorito
Etiquetas: ,