Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Era para o revisor

Algum cuidado

 

 

      «As crianças transformavam uma ópera trágica numa ópera buffa e tornavam necessário pelo menos mais um acto, para o qual faltavam a Treslove tanto a energia como a imaginação» (A Questão Finkler, Howard Jacobson. Tradução de Alcinda Marinho. Porto: Porto Editora, 2011, 2.ª ed., p. 111).

      Qualquer leitor pode então perguntar porque não opera buffa ou ópera bufa, e com razão. No original não está comic opera, mas opera buffa, logo, opera buffa ficará. Também podem dizer que nada disto tem importância, e nesse caso, não apenas não têm razão, como estão no blogue errado.

 

[Texto 4578]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.