Errados, até no nome

ASPIG? ASIG!

 

      «A posição da Associação Sócio-Profissional Independente da Guarda (ASPIG) foi tomada em comunicado a propósito da divulgação — nas redes sociais e em alguns órgãos de comunicação social — das fotografias da detenção dos suspeitos que tinham fugido do Tribunal de Instrução Criminal do Porto, na semana passada. Uma divulgação que suscitou enorme polémica, foi condenada pelo Governo e por várias organizações e está a ser investigada pela Inspecção-Geral da Administração Interna, a pedido do ministro Eduardo Cabrita» («Criminosos não merecem respeito? Bastonário diz que sindicato foi populista», Margarida David Cardoso, Público, 25.10.2018, p. 15).

      Esta gente está profundamente errada. Aliás, não está o próprio nome da associação errado? Não se escreve «socioprofissional»? Então, é Associação Socioprofissional Independente da Guarda — e, com isto, e de uma penada, lá se vai o acrónimo. É a ASIG.

 

[Texto 10 193] 

Helder Guégués às 20:19 | favorito
Etiquetas: ,