Escrever e depois reler

De jacto, e depois reler de-va-gar

 

 

      «Só por isso, Costa deveria
 ter enviado flores e beijinhos a Seguro. Se é certo que as primárias nasceram para o desgastar e atrasar o processo de sucessão,
 a verdade é que Seguro acabou por lhe prestar um enorme 
favor. O varapau com que se quis defender de Costa foi o bastão
 que o entronizou» («A tramóia acabou em glória», João Miguel Tavares, Público, 30.09.2014, p. 48).

  A última frase só se percebe porque, como leitor, temos muito boa vontade. À letra, significa que aquele metafórico varapau serviu para Seguro se defender e entronizar, que não é, como sabemos, o que o cronista quis dizer.

      {#emotions_dlg.no}

[Texto 5101]

Helder Guégués às 09:24 | comentar | favorito
Etiquetas: ,