Este não replica

Tomem lá!

 

 

      Replicar uma experiência. Farto-me de corrigir – outras vezes, sugerir –, e nem sempre em vão, mas até aqui no blogue já deixaram comentários em que defendem que não é condenável. Mais, acrescentam, até faz falta. Sim? Agora, num livro de um professor universitário português, com doutoramento na Grã-Bretanha, leio: «O pior é que se tornava impossível duplicar as experiências.» Duplicar, repetir. Eu tenho defendido, entre outras, reproduzir. Anotem, seus aprendizes.

 

 

  [Texto 3892]

Helder Guégués às 15:06 | favorito
Etiquetas: