«Extracto/estrato»

Hoje em Angola

 

      «A sua [da língua] preservação, em quantidade, conteúdo e forma, tem mobilizado diferentes extractos sociais» («Língua, identidade e cultura nacional», MBangula Katúmua, Cultura, Jornal Angolano de Artes e Letras, 24-27.12.2014, p. 7).

      Ah, afinal não é só em Portugal que se escreve de qualquer maneira. Hoje descemos até Angola e cá está a confusão entre «extracto» e «estrato». Se algum leitor conhecer MBangula Katúmua, diga-lhe que é «estrato social» e sugira-lhe que leia este texto.

 

[Texto 5386]

Helder Guégués às 15:22 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,