Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Extracto»/«estrato», de novo

É camada, cambada

 

      «Como esses muros estavam num extrato superior ao da necrópole cristã, os investigadores pensaram que pertenceriam à ermida, mas encontraram mais corpos do “cemitério medieval cristão, que teve uma utilização até ao século XV ou XVI” e agora precisam de “perceber quais são as áreas de distribuição deste cemitério” [em Cacela Velha]» («Bairro islâmico troca voltas a arqueólogos no Algarve», Lusa/P. F., Correio da Manhã, 15.07.2018, p. 51).

      Coitados, já antes tinham dificuldade em distinguir, quanto mais agora com a porcaria do Acordo Ortográfico de 1990. P. F., p. f., nestas férias gaste alguns minutos a perceber as diferenças entre extra(c)to e estrato.

 

[Texto 9626] 

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.