«Fingir-se morto»

Mortem simulare

 

      «Hughes, vocalista e guitarrista dos Eagles of Death Metal, detalhou assim um dos aspectos até agora desconhecidos do ataque terrorista ao Bataclan, onde 89 pessoas morreram. “As pessoas fingiam-se de mortas e estavam com tanto medo... Muitos morreram porque não quiseram deixar os seus amigos. Tantas pessoas se puseram à frente de pessoas” para as proteger, recorda» («Mataram todos menos um», Joana Amaral Cardoso, Público, 23.11.2015, p. 4).

      Para quê a preposição? Até nos dicionários se lê fingir-se morto. No de José da Fonseca, por exemplo, em que a faire le mort faz equivaler «fingir-se morto»; em Morais. Em castelhano, que regista a expressão equivalente hacer la mortecina, também se diz fingirse muerto. Não inventem.

 

[Texto 6419]

Helder Guégués às 10:15 | comentar | favorito
Etiquetas: ,