Furacão «Joaquín»

Deixem-no ser espanhol

 

   «O furacão Joaquín, de categoria quatro, dirigia-se ontem para as Bermudas, depois de ter causado quatro mortos nos Estados Unidos. Recorde-se que o furacão tinha aumentado de intensidade sábado com ventos até 240 quilómetros por hora» («Bermudas em alerta perante furacão Joaquín», Destak, 5.10.2015, p. 10).

    Noutros jornais, o furacão é mais português — Joaquim —, mas não me parece opção acertada. É nome próprio, mantém-se, salvo raras excepções. Aqui, só uma coisa falhou: o nome do furacão devia ser grafado entre aspas ou em itálico.

 

[Texto 6291]

Helder Guégués às 20:48 | favorito
Etiquetas: ,