Gabriel, o Pensador

E porquê assim?

 

      «Gabriel O Pensador, Crazy Town e Miguel Araújo são alguns dos nomes que integram o cartaz musical das Festas da Praia, que decorrem de 3 a 12 de agosto, na Praia da Vitória, nos Açores» («Gabriel O Pensador vai atuar nas Festas da Praia da Vitória», Correio da Manhã, 3.06.2018, p. 41).

      Não estou a ver porque se há-de grafar dessa forma e não como fazemos com qualquer cognome — Catarina, a Grande. Vá, prescinda-se do itálico, Gabriel, o Pensador. Com aquela vogal maiúscula ali no meio, é muito estranho. Ainda alguém um dia pensará que se tratava do Sr. Gabriel O. Pensador.

 

[Texto 9334]

Helder Guégués às 11:31 | favorito