Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

«Genérico», uma acepção

Esquecida

 

      A propósito de exame nacional de Português: numa das questões, pedia-se ao aluno que classificasse, em relação ao seu valor aspectual, duas formas verbais de frases que se transcreviam («A intraduzibilidade de um termo é normal.» «Assim, o termo ganhou uma extensão invulgar»). Era só escolher a resposta correcta das enunciadas: a) genérico e perfectivo; b) iterativo e perfectivo; c) genérico e imperfectivo; d) iterativo e imperfectivo. Pois bem, ao Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora escapa esta acepção gramatical de genérico. Corrija-se.

 

[Texto 9460]

5 comentários

  • Imagem de perfil

    Helder Guégués 20.06.2018 20:47

    Alguém as tem de apanhar, pois fazem tanta falta como as outras.
  • Sem imagem de perfil

    Montexto 20.06.2018 20:58

    Fui agora mesmo à rede ver que coisa é aspecto nestas coisas do estudo do português. Não me admira nada que quem gaste o seu tempo e energia a inventar e parafusar em questões  desse farelo não  lhe sobre tempo para aprender o que importa da língua  portuguesa. Está  explicada a coisa. 
  • Imagem de perfil

    Helder Guégués 21.06.2018 06:47

    O aspecto verbal anda nas gramáticas há largas dezenas de anos. Não será imprescindível para escrever bem, mas é muito útil para conhecer a língua.
  • Sem imagem de perfil

    Montexto 21.06.2018 10:37

    Nunca me avistei com ele, mas tb não leio gramáticas só de algumas décadas, tão novinhas, praticamente da minha idade. E agora, que o avistei, não me parece que estivesse a perder nada que valha a pena saber. Mas não me admira que haja opiniões diferentes sobre este 'aspecto'.        
  • Comentar:

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.