Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Grafar os «ismos»

Era só isto

 

 

    «Dança das Horas La Gioconda, ópera em quatro atos sobre um libreto de Tobia Gorrio (pseudónimo de Arrigo Boito) livremente inspirado na peça Angelo, Tyran de Padoue (1835), de Victor Hugo, é usualmente considerada como a antecâmara da nova maneira lírica italiana – a Giovane Scuola – que viria a ser consagrada popularmente como “verismo” e se imporia a partir da última década de Oitocentos, com Puccini, Mascagni, Leoncavallo ou Giordano»)» («Obra precursora do verismo imortalizou Ponchielli», B. M., Diário de Notícias, 13.05.2014, p. 41).

  Porquê «popularmente»? As aspas são desnecessárias. Certo é grafar-se com minúscula, como o nome de todos os movimentos artísticos, literários, políticos, etc.

 

[Texto 4551]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.