Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linguagista

Já não há godemichés

Temos de o pôr lá (ou será meter?)

 

 

      De afrancesado que era, o País passou a completamente anglicizado. Por exemplo: aqui um poeta, morto há séculos, canta os préstimos do godemiché, que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora desconhece. Contudo, o Dicionário de Francês-Português, que regista o termo francês godemiché, tinha de descalçar a bota — mas como? Dando-lhe como equivalente o «português» dildo ou, vá, numa traição quase impensável, o brasileiro consolador.

 

 [Texto 5027]

Comentar:

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.