«Jurisprudência»/«jurisdição»

Perdoai-lhes, que eu não posso

 

      «Referindo-se ao “caso grave de alegada violência racista” que se passou na esquadra da PSP de Alfragide, em 2015, e que resultou na acusação de 18 agentes, a ECRI [Comissão Europeia contra o Racismo e a Intolerância] não tem dúvidas em afirmar que existe “um racismo institucional profundamente enraizado nesta esquadra da polícia, que tem jurisprudência sobre vários bairros densamente habitados por pessoas negras”» («Organismo europeu acusa PSP e IGAI de tolerância ao racismo», Rádio Renascença, 2.10.2018, 9h23 — consultado às 11h21).

      Para o jornalista, «jurisdição» ou «jurisprudência» é tudo a mesma coisa. Infelizmente, não os ensinam a corrigir estas enormidades ou julgam que não têm de as corrigir. É verdade, está assim, inacreditavelmente, na versão portuguesa do relatório, mas na versão inglesa lê-se «which has jurisdiction for several districts» e na francesa «qui est compétent pour plusieurs quartiers». No caso, bastava um incompetente, o tradutor; dois já é maldição.

 

[Texto 10 038]

Helder Guégués às 11:18 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,