Lapso ou talvez não

O melhor é prevenir

 

      «Em 1957 casou com Alicia, de 21 anos e filha de salvadorenhos, uma das 16 mulheres dos 800 alunos e que queria ser como Marie Currie» («John Nash (1928-2015)», Dulce Neto, Sábado, 28.05.2015, p. 28).

      Eu sei que pode ser mero lapso, mas nunca se sabe, não é? Ainda que a pronúncia seja aproximadamente essa, a grafia é Curie. Pode ser lapso, sim. Em 2008, Daniel Ribeiro, correspondente da Antena 1 em França, falava, a propósito de uma greve, de se ter aberto a «caixa de Pandôrra».

 

[Texto 5929]

Helder Guégués às 18:25 | favorito
Etiquetas: ,