Léxico: «astrossismologia/asterossismologia»

Mais luz! Mais ciência!

 

      «[Tiago Campante, investigador no Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço] Dedica-se ao estudo da física das estrelas e aos planetas em torno delas, com uma técnica denominada astrosismologia — “a sismologia dos astros, por exemplo no sol existem ondas sonoras repetidas no seu interior que não ouvimos mas que fazem a estrela vibrar. A sua luminosidade é alterada e essas variações do brilho dão-nos informações acerca da composição das estrelas”» («A aventura portuguesa no espaço», Fernanda Cachão, «Domingo»/Correio da Manhã, 27.01.2019, pp. 31-32).

      É astrossismologia ou asterossismologia (queiram desculpar a jornalista — faltou à aula na escola primária em que se ensina que a consoante dobra, assim como sobre Sol com maiúscula), que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não faz a mais pálida ideia do que se trata. Agora vejam lá não se esqueçam dos dois adjectivos: astrossismológico/asterossismológico. Ah, sim, também existe a heliossismologia, mas não nos dicionários.

 

[Texto 11 191]

Helder Guégués às 23:11 | comentar | favorito
Etiquetas: ,