Léxico: «acondroplasia»

É o que me parece

 

      «Em Portugal há 600 pessoas com displasias ósseas, das quais 400 têm acondroplasia, uma das formas mais comuns de nanismo. A patologia tem como uma das consequências visíveis, [sic] a baixa estatura» («Inclusão fora da moda», Liliana Carona, Rádio Renascença, 27.11.2018).

      Este está onde nem sempre estão os termos médicos, no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora: «MEDICINA tipo de nanismo em que os membros são curtos, enquanto a cabeça e o tronco têm dimensões normais». Não está mal, mas a mãe do atleta paraolímpico Miguel Monteiro, entrevistada, talvez o explique melhor: «A acondroplasia é um tipo de nanismo onde a principal característica é ter os ossos longos mais curtos.»

 

[Texto 10 366]

Helder Guégués às 22:37 | favorito
Etiquetas: ,