Léxico: «alto-minhoto»

E não esperamos

 

      «O nome da deputada do Alto-Minho começou a circular nos corredores da Assembleia da República e nas redações, na quinta-feira, ao final do dia. Até aqui, à deputada, a José Silvano e à própria direção do PSD, nunca ocorreu vir a público esclarecer quem tinha sido a pessoa responsável pelo registo das presenças do secretário-geral do partido, nos dias em que este faltou» («O que está explicado e o que falta explicar sobre o caso José Silvano», Anselmo Crespo e Inês André de Figueiredo, TSF, 9.11.2018, 20h54).

      Nunca devíamos esperar que os jornalistas soubessem escrever o nome desta sub-região do Norte. É Alto Minho, evidentemente. Aproveite-se o ensejo para dizer que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não regista alto-minhoto (que pluraliza em alto-minhotos, atenção), isto quando o VOLP da Academia Brasileira de Letras o acolhe. Inacreditável.

 

[Texto 10 262]

Helder Guégués às 09:34 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,